Vista panorâmica da cidade de Québec

domingo, 16 de janeiro de 2011

"Aqui é Brasil 3"

Intitulei todos os posts de indiginação com o meu país de "Aqui é Brasil".
Estou tão indignada e triste com a violência em nosso país, que me desculpem  o desabafo.

O meu pai é corretor de imóveis e ontem estava de plantão quando entraram dois assaltantes no seu escritório e renderam a todos.
Eles mandaram todos deitarem com a cabeça virada pro chão e foram chamando um por um para revistar. 

O meu pai foi revistado e também agredido com o cano da arma. Pegaram seu dinheiro, carteira com documentos e cartões,  levaram também três notebooks recém comprados no valor de mais de dois mil reais além de uma CPU que cismaram possuir imagens gravadas deles.

 Depois trancaram o meu pai, seus colegas de trabalho numa sala e foram embora com alguém que já os esperava embaixo do prédio.

Meu pai tem 58 anos e pressão alta. O coitadinho disse que pensou que morreria com uma bala na  cabeça ou do coração, pois o tempo todo eles ameaçavam e agrediam, enquanto meu pai orava.

Agradeço a Deus por ter livrado a todos de algo bem pior e por ter o meu pai com vida, por outro lado estou tão indignada com essa violência que só aumenta. Ela está cada vez mais perto de nós e das pessoas que amamos. Há uns dois meses atrás, três homens invadiram a casa da minha cunhada apontaram uma arma na cabeça do seu marido e simplesmente comeram, beberam e roubaram todas as roupas, além de objetos eletronicos.

Fico pensando que um dia vamos para o Canadá e deixaremos por aqui a nossa família, pessoas que tanto amamos. Ah...se pudéssemos levar todos conosco (...)

Quando isso irá acabar??? Quando???


12 comentários:

Julio Cezar disse...

Olá, desculpe mas não encontrei seu nome no blog...Meu nome é Julio Cezar moro em São Paulo. Eu e minha esposa estamos no final do processo de imigração e sabemos bem o que vc está passando e qual é essa sensação de viver em estado de sítio e ter medo até da própria sombra...Eu já fui sequestrado, fui também assaltado com arma na cabeça e a decisão de sairmos dessa terra sem lei foi tomada depois que minha esposa foi assaltada em frente sua casa com violência...Acredito que 95% das pessoas que estão imigrando é pelo motivo da violêcia e da impunidade que reina nesse paisinho aqui...sei também da saudade que sentiremos de nossos parentes.. "mais c'est la vie"...não podemos deixar as oportunidadews passarem...espero que vc tenha muita sorte..grande abraço Julio Vassão

Julio Cezar disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Diário Canadá Brasil disse...

Meu nome é Danielle e eu e meu esposo estamos no processo de imigração e a violência em nosso país é sim um dos principais motivos de nossa partida.

Obrigada pelo depoimento.

quebecquando disse...

Oi, Daniele!

Ainda bem que não aconteceu nada de mais grave com seu pai! Difícil essa situação, hein?

Mas sabemos que ela só irá se extinguir quando nós, brasileir@s, aprendermos a ir para as ruas, a protestar, a exigir de nossos governantes uma melhor distribuição de renda, políticas públicas de inclusão social, saúde e educação para o povo.
Se continuarmos a cultivar essa massa de miseráveis, excluindo-os de qualquer outra possibilidade que não o crime, a tendência é a violência piorar cada vez mais. :'(

Boa sorte pra gente nesse processo!
Beijos,
Lídia.

Patitando disse...

Oi Dani, sinto muito pelo que aconteceu com seu pai... Não há justificativa nem explicação. Esse foi um dos muitos motivos que nos levou a sair do Brasil...

abraço e sucesso no processo!
Pati

MARDEN BASTOS (Real Estate Sales Representative) disse...

Oi Daniele,
É realmente lamentável que milhões de brasileiros, trabalhadores, honestos e que defendem seu ganha pão, seja lá quanto for, mas de forma digna, se vejam em situação como a do seu pai. Fico feliz que para ele e seus colegas de trabalho tenham voltado para casa fisicamente ilesos.
Um abraço!

Drinho e Nessa disse...

Esse friozinho de -35º é coisa de doido mesmo... mas você verá, quando chegar aqui, que é muito melhor apreciar essas temperaturas extremas ao medo que a gente sente na terra brasilis! Até breve! Alias, vem pra Gatineau vocês também!!!

Wellington disse...

vai acabar em breve... Graças a Deus!
Que bom que seu pai está bem... e seus colegas...
abraço

César, Valéria, Lara e Anaclara disse...

Gracas a Deus nada de mais serio aconteceu. E tem gente que nao entendia porque troquei o Brasil pelo Canada.

E a vida segue...

Cadê Canadá? disse...

Oi Dani!!
Que chato... isso já dá uma revolta em quem lê o post... imagino como vc se sentiu...que bom que se pai ficou bem e nada de tão grave aconteceu com sua saúde. venha e traga todos com vc na mala!
Obrigada pelo carinho de vcs lá no blog e pelos votos de felicidade. estamos curtindo tanto esta nova etapa que até parei de ler notícias sobre o Brasil por um tempinho para não me aborrecer... essa realidade da violência brasileira é extrememente revoltate...
beijks
Carina

frozenburguers disse...

Oi Dani.

Sinto muito pelo o que aconteceu. Vivemos neste país só pensando que a qualquer hora podemos ser os próximos. E é mais dificil ainda quando se é mulher e se tem naturalmente uma placa de "Alvo Fácil!" na testa.
Eu também penso muito na minha familia. Ela é o meu preço mais caro. Ela é bem pequena, meus irmãos e minha mãe. Meus irmãos não pensam em ir, a minha mãe eu penso em arrastar o quando der em visitas extra longas. Mas de resto pra mim fica o consolo de abrir as portas pra eles caso alguem queira se canse também dessa sombra que nos cerca. Abraços.

Cathe_Dreams disse...

que bom que seu pai está bem. isso é extremamente revoltante ! por isso e outros motivos que mtos brasileiros vão embora do pais.
boa semana.
abraços;
Catherine

Postar um comentário

Alguns comentários serão respondidos por e-mail.


Linda Québec! E o Hotel Château Frontenac