Vista panorâmica da cidade de Québec

domingo, 7 de setembro de 2014

A saga das passagens aéreas


"É, agora não dá mais para cortar o fio vermelho, a bomba já foi acionada, contagem regressiva." Esta foi a frase que o meu marido disse quando finalizamos a compra de nossas passagens aéreas.

Desde janeiro ficávamos de olho nos preços das passagens. Confesso que me assustei com os valores, vimos preços absurdos e também algumas promoções, mas não para o período que precisávamos. 

Quando decidimos o mês que iríamos, nos detivemos em pesquisar bastante. Decolar, Submarino Viagens, sites de promoção coletiva, melhores destinos, sites estrangeiros, todas as companhias aéreas, agências de viagens e todo tipo de ajuda e dicas. 

Dentre algumas dificuldades que encontramos, além do preço alto, foi o tempo de conexão entre um voo e outro, alguns chegavam até 36h!!!! Fala sério...A COPA tinha várias promoções mas o seu tempo de conexão era horrível, além disso algumas pessoas que utilizaram suas aeronaves não nos recomendaram, então não iríamos arriscar, afinal são muitas horas de viagem pra se voar desconfortável.

Tentamos milhas, mas assim que iríamos comprar pela AA a promoção havia acabado. Pela Decolar, alguns trechos estavam melhores mas conheci duas pessoas que tiveram problemas no pós compra quando precisaram marcar assentos, então decidimos que não valeria a pena arriscar nossos assentos. Por fim, tendo como base todas as informações que tínhamos, ficamos entre a CVC e a Canadá Turismo.

A CVC já é bastante conhecida e dispensa apresentações. Todos os anos viajamos com eles e nunca tivemos problemas. Seu dólar estava por 1,99 e tínhamos a vantagem de escolher os assentos pessoalmente, além de termos um desconto à vista.


A Canadá Turismo nos foi apresentada em 2009 quando iríamos para o Canadá como viagem de prospecção e o Consulado negou nossos vistos. Já tínhamos comprado as passagens e um pacote terrestre por esta agência e eles nos devolveram todo o dinheiro sem cobrar multa e, portanto, ganhou nossa admiração. A deixamos em stand by.

Esta agência existe desde 1988 e seus pacotes são específicos para o Canadá. Apesar de possuir roteiros para outros países, eles possuem uma parceria direta com a Air Canadá e por isso suas tarifas podem ser melhores.

Deste modo, depois de muita pesquisa, comparação e negociação, fechamos com a Canadá Turismo no valor de 4.387,56 reais para duas pessoas, saindo de Recife-SP (Gol), SP-Toronto (Air Canadá), Toronto-Montreal (Air Canadá). O tempo de conexão também ficou ótimo em Guarulhos (3h) e Toronto (2h15m), onde até então só havíamos encontrado conexão de 1h15m. Esse tempo extra foi providencial porque sabíamos da grande possibilidade de perdermos o voo para Montreal, pois além de pegar malas e despachá-las novamente em um novo check-in, passaremos também pela Imigração e isso nos tomará algum tempo.

Portanto, passagens compradas para Março de 2015 e a contagem regressiva começa em 3, 2, 1...


3 comentários:

Adu disse...

Boa viagem!! Torco por voces.
Abracos

Catherine Itusarry disse...

Opa, que legal. Logo, logo o novo ano estará dando as caras. Felicidades. Imagino que o coração deve ficar numa ansiedade só.

Sou louca para conhece Tofino. Deve ser lindooo de morrer !! rs rs

abraços;
Catherine
http://meetyoutherecanada.blogspot.com.br

Camila disse...

viajar eh mto bom neh??? eu vou mes q vemmmmmmmm!

Postar um comentário

Alguns comentários serão respondidos por e-mail.


Linda Québec! E o Hotel Château Frontenac