Vista panorâmica da cidade de Québec

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Cuma, what, was, quoi? Nada funcionou!


O alemão colocando o papel de parede
Comprei um papel de parede para pôr no nosso quarto, dois meses passaram, quebrei o pé e hoje resolvi ligar e pedir que mandassem o moço vim colocar o papel de parede, mesmo depois de tanto tempo.

Até aí tudo bem, o rapaz chegou na hora que combinamos, sorridente, mas completamente mudo, daí na hora de explicarmos como queríamos o modelo, ele gesticulou e falou com muita dificuldade:  "Chou Alemão rstjhdfkjkd", e agora????

Adivinha a primeira coisa que me veio a cabeça? Eu e meu marido no Canadá na mesma situação, sem falar e sem entender direito o idioma.

Depois de tentarmos inglês , francês e até portualemão a solução foi utilizarmos o google tradutor para nos comunicar, kkkkkkkkkkkk.

Gente, que hilário, eu não conseguia parar de chorar, mas era porque eu estava rindo por dentro, tentando não demonstrar e o pior sem poder sair do quarto; ainda estou com o pé quebrado e sem poder pisar no chão; enfim, tive que ficar na cama ouvindo meu marido e ele naquela torre de babel, enquanto eu digitava e mandava o cara ler e ouvir o google tradutor.

Minha gente, Deus nos livre de tal situação, porque imagino o constragimento daquele senhor sem entender e sem poder ser entendido.

Ah, não me perguntem o que ele faz por aqui, porque eu não sei, até gostaria de saber, mas nem direita e esquerda o cara entendia em português quanto mais se eu o perguntasse sobre a sua vida pessoal, que trajédia grega, ou melhor alemã.

A parede do quarto
Obs:  A parede do quarto ficou linda!
kkkkkkkk, rindo muito.

6 comentários:

Apoema disse...

Eu tô rindo só de imaginar rsrsrsrsr:)

Diário Canadá Brasil disse...

Rapaz, eu to rindo até agora, nem posso olhar pra parede que....

Quebéchê disse...

Olá irmãos, isso mesmo, que possamos ser uma bênção naquela terra "gelada". Que bom conhecer vocês! Vamos manter contato... Vocês vão pra Montreal também? Abração, Quebechê (Deisi e Neverton)

Ca e Ca no Ca-nada disse...

Sinto peninha do "gringo" mas tambem ri muito com a historia. Já hospedei uma estudante alema em casa, mas no comeco ela pela menos falava ingles, o que facilitou bastante!
O negocio é continua estudando o frances para evistar esse tipo de situacao la ne?!
Beijos, Camila

BRASILPOLSKA & KACZMARSKA FAMILY disse...

Eu ri, mas não sei de onde veio essa maldade de não ter pena do cara, mas de vocês que tiveram que receber o cara, quando poderia ter um serviço melhor. Não sou tão mal assim. ahaha
É que eu em Janeiro tive que passar no aeroporto internacional de Frankfurt. Eu vinha da Polônia e na hora da conexão Frankfut- São Paulo, o cara da Polícia Federal viu meu passaporte e perguntou how tocu degun da tu? O quê? brigamigoquetuvaisedanr! O quê? hain du craine du blue! What do you mean Sir?filho dasopaquentedeondeondetuveio? Sorry sir, but... Uma outra policial veio em meu axilio por que havia um fila gigante de chineses me chingando e fazendo confusão. Aquela alemão, com seu baton vermelho e brilhante, perfumadíssima e gentil (só faltei convidá-la par um café) disse-me que o infeliz queria saber como eu entrei na Europa. Respondi que entrei por Londres. Ele gritou: Cai fora daqui e dapróxima vez venha sabendo uma língua. O QUÊEEEE? Sim, ele julgou que quem não sabia i inglês era eu. Pode? Os alemães acham que sabem tudo e não estou nem ai para aprender corretamente outra língua. Se você não entendeu, então tem que se virar para entedê-lo. Não são todos, mas já vi isso muito.
Abraço, Eu ri muito com sua história. Que seu pé fique com logo, pois a patinação está ai!
Fabio e Familia

Ulliane disse...

Eu também coloquei papel de parede com ele!!! Mas eu já sabia que ele era alemão, ele entende o que é: parede toda ahahaha. beijos

Postar um comentário

Alguns comentários serão respondidos por e-mail.


Linda Québec! E o Hotel Château Frontenac