Vista panorâmica da cidade de Québec

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Vende-se tudo!

Este é o momento em que a maioria dos imigrantes deve encarar, a fase desapego.

Pra  quem já mudou de casa três vezes, começando do zero, comprando e vendendo tudo, desapegar de tudo o que temos não será um momento de muito drama, no entanto, desta vez será diferente, não mudaremos só de casa, nem de estado, mudaremos para um outro país e a difícil missão será resumir nossas vidas em apenas quatro malas.

Desde que começamos o processo de imigração, não compramos nada de grande valor, isso porque sempre pensávamos; "Vale a pena comprar agora? Poderemos levar para o Canadá?" Então, durante muito tempo não investimos em coisas que sabíamos que não levaríamos para o Canadá e só comprávamos o essencial. Mas ao olhar as nossas coisas conquistadas com muito trabalho e especialmente as coisas com valor sentimental, como livros, presentes de amigos, pais, álbuns de fotografia....A tarefa ficou quase impossível.

É este sentimento mesmo que surge em nossas mentes; "Não daremos conta de colocar tudo isso em ordem". Então criamos uma estratégia, para sabermos o que levaríamos em nossa primeira viagem, separamos os itens de maior importância ou coisas que iremos precisar logo em nossa chegada.

Compramos várias caixas plásticas e duas malas a mais, isso porque não poderemos levar tudo de uma só vez, e deixaremos duas malas prontas bem embaladas, para que sejam levadas por nossos pais ano que vem.

Como professora tenho bastante material escolar, artesanato, revistas e livros, e não gostaria de desfazer de tudo, portanto, conclui que o melhor será vender e doar uma boa parte disso.

Mas sabe o que que mais mexe comigo? Os objetos que pintei, que produzi e que infelizmente não poderei levar, como cadeiras, bancos, móveis, quadros, baús, iluminarias,  todos eles possuem tamanhos que não cabem em malas.




Mas, o que importa é que estamos adotando novas estratégias para embalar nossas coisas, pensando, repensando, testando e especulando, as mais diversas formas e diferentes maneiras de arrumar as malas. Tem sido até bem engraçada essa fase, rsrsrs.

Descobrimos um tipo de saco a vácuo que tem facilitado bastante nossas vidas e garanto, eles fazem milagres! Prometo que farei um vídeo pra compartilhar o tamanho que nossas malas ficaram, e acreditem, todas as nossas roupas, incluindo os casacos e roupas de frios, couberam em duas malas apenas e ainda com sobra de espaço :O


 

Dica: Para descobrir o peso das malas, fazemos assim, nos pesamos primeiro, depois nos pesamos junto com a mala nos braços e o resultado será o nosso peso menos o peso final, resolvida a questão.
.
Faremos dois bazares, o primeiro será este sábado dia 20 e o próximo em janeiro, logo depois nos mudaremos para casa de meus pais onde esperaremos por nossa partida.

Ainda temos muuuuito o que resolver por aqui, mas a viagem se aproxima e o tempo não pára pra nós, portanto, que vão-se o os anéis e fiquem os dedos.


7 comentários:

Raissa Lima disse...

Parabéns pelo blog! Como recifense e futura imigrante me identifiquei bastante :) Onde você achou esses sacos a vácuo aqui em Recife? São muito caros?

Kaline disse...

Lindo trabalho! Parabéns, Deus abençoe vocês. Meu blog é kalinelessaferro.blogspot.com

Filipe Moreira disse...

Eita, casal! Chega a grande hora! rs..

Tenho certeza que o desapego, apesar de duro, vai valer a pena. Afinal, daqui pra frente, vocês poderão fazer de fato o que gostam sem ter que ficar se segurando, pois "daqui há pouco estamos indo para o Canadá". rs.. Essa frase é a mais dura, pois a vida acaba ficando parada em vários sentidos enquanto esse trem não termina rs..

Ótimo ano novo pra vocês, e muito sucesso para vocês nessa nova fase. Ainda espero vê-los, e muito breve!

Tudo de bom!
Filipe

Itinha e Rodrigo disse...

Acompanhando tuuudoooo! Sou de Recife, já li tudo desde o inicio! Não sumam por favor!!!!
Feliz 2015 :D

Diário Canadá Brasil disse...

Raissa Lima,
Compramos na Multicoisas, sendo 4 sacos tam médio por 48 reais.

Diário Canadá Brasil disse...

Obg Kaline, irei te visitar no blog

Diário Canadá Brasil disse...

Podem deixar Itinha e Rodrigo, não temos intenção de abandonar o blog.

Postar um comentário

Alguns comentários serão respondidos por e-mail.


Linda Québec! E o Hotel Château Frontenac